Chinês e francesa vencem na principal categoria do Banana Bowl, e brasileiros são destaques no 16 anos


Juncheng Shang e Oceane Babel foram os campeões do Banana Bowl 18 anos (Luiz Candido, CBT)

Criciúma (SC) – O Banana Bowl terminou nesta sexta-feira em Criciúma (SC), na Sociedade Recreativa Mampituba. Na disputa da categoria 18 anos, a principal do torneio, o chinês Juncheng Shang e a francesa Oceane Babel foram os grandes campeões. Já os brasileiros se destacaram na categoria 16 anos, com os títulos de Olívia Carneiro e Kauã Cressoni nas chaves de simples.

Com finais transmitidas ao vivo pelo SporTV 3, a sexta-feira começou com o triunfo de Shang sobre o português Miguel Gomes por 6/2 e 7/6. Atualmente em 5º lugar na classificação mundial juvenil da ITF, o chinês deve ganhar mais posições na próxima atualização do ranking, se colocando definitivamente entre os melhores jovens do mundo.

Na decisão feminina, a francesa Oceane Babel também precisou de 2 sets para superar a eslovaca Bianca Behulova. Décima oitava melhor do mundo, ela confirmou o favoritismo com parciais de 7/6 e 6/4.

Já na categoria 16 anos, valendo pontos para o ranking sul-americano da Cosat, os brasileiros mostraram domínio. Na decisão feminina, a paulista Olívia Carneiro ganhou da peruana Daniela Rubio por 2 sets a 1: 5/7, 6/4 e 7/5. No masculino, numa final 100% brasileira, deu Kauã Cressoni. Ele venceu na decisão Henrique Brito por duplo 6/3.

O título da categoria 14 anos ficou com a chilena Giuliana Ciangherotti. No masculino, o equatoriano Mario Galarraga foi o campeão. Neste ano, excepcionalmente, as categorias 12 anos e Tennis Kids não foram realizadas por causa da limitação de tempo do torneio, que precisou ser realizado entre segunda e sexta-feira desta semana, impossibilitando a disputa de mais categorias.

O Banana Bowl é um torneio de Grade A dentro da pontuação para o ranking mundial juvenil, abaixo apenas dos Grand Slams. Por isso, é considerado um dos mais importantes para os atletas juvenis.

O torneio seguiu rígidos protocolos. Além de cumprir as determinações da Federação Internacional de Tênis, foi adotada uma série de medidas restritivas, como acesso controlado aos clubes, aferição de temperatura, realização de partidas sem presença de público externo, limitação do número de pessoas presentes nos clubes, disponibilização de álcool em gel, sanitização constante das áreas de uso comum, entre outras.

O Banana Bowl é organizado pela Confederação Brasileira de Tênis e pela Federação Catarinense de Tênis, com apoio da Prefeitura de Criciúma (SC). O torneio tem as chancelas da Confederação Sul-Americana de Tênis (Cosat) e Federação Internacional de Tênis (ITF). Patrocínio de BRB – Banco de Brasília (patrocinador master do tênis do Brasil), Wilson, W A Sport, La Pastina, Hotel Interclass e Água Santa Rita.

RESULTADO DAS FINAIS

14F
Giuliana Ciangherotti (CHI) d. Leticia Marangoni (BRA) por 6/4, 6/7 e 6/2

14M
Francisco Castro (ECU) d. Mario Galarraga (ECU) por 6/2 e 6/2

16M
Kauã Cressoni (BRA) d. Henrique Brito (BRA) por 6/3 e 6/3

16F
Olivia Carneiro (BRA) d. Daniela Rubio (PER) por 5/7, 6/4 e 7/5

18M
Juncheng Shang (CHN) d. Miguel Gomes (POR) por 6/2 e 7/6

18F
Oceane Babel (FRA) d. Bianca Behulova (SVK) por 7/6 e 6/4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s