Gustavo Tedesco e Lucas Silva disputam final do Banana Bowl 14 anos


Gustavo Tedesco e Lucas Silva14MEstá definido o confronto final da categoria masculina 14 anos: Gustavo Tedesco x Lucas Andrade da Silva. Os dois brasileiros estarão frente a frente mais vez e agora vai valer o troféu do Banana Bowl. Emoção não vai faltar, no retrospecto os dois já se enfrentaram 11 vezes com 6 vitórias de Gustavo e 5 de Lucas. Os dois foram campeões na duplas, nesta sexta-feira, ao derrotarem os peruanos Diego Romana e Simon Morales por 6/2 e 6/3.

Mas se o campeão entre os meninos será brasileiro, o título feminino será disputado pela equatoriana Tania Isabel Andrade Sabando e a paraguaia Lujan Alegre. Os jogos serão disputados nesse sábado, às 9h na Techstet Academy, na Barra da Tijuca. O Banana Bowl categorias 12, 14 e 16 está sendo realizado pela primeira vez no Rio de Janeiro, um uma parceria da COSAT, CBT e TênisRJ.

A vitória de Gustavo Tedesco, cabeça de chave 3, sobre o João Rafael Azzolin Vieira foi mais tranquila. Com um bom saque e uma boa direita ele fechou o placar em 6/2, 6/2, garantindo a vaga na final. O tenista gaúcho, que está treinando no Rio de Janeiro na equipe Tennis Route, tem 14 anos mas já tem estrada no tênis. Foi campeão na categoria 12 anos do Banana e já na categoria 14 levantou o troféu da gira sul-americana na Bolívia e foi vice na Argentina. “Vai ser mais um jogo duro, mas vim crescendo no torneio e vou fazer tudo para sair daqui campeão”, disse Tesdesco.

A vitória de Lucas Andrada da Silva, cabeça de chave 2, sobre William Norton, cabeça 4, foi mais suada. Após 3 sets ( 6/1, 4/6 e 6/1 ) o santista alcançou a final. “Comecei jogando bem, seguindo minha tática e abri a vantagem. No segundo set tive alguns erros e comecei a reclamar, o que me tirou a concentração. Mas no terceiro voltei para o jogo e consegui fechar”, contou. Essa é a quinta passagem de Lucas pelo Banana. Venceu aos 9 anos, foi vice aos 10 e chegou às quartas com 14. Na gira sul-americana também colheu bons resultados: chegou a três finais e três semifinais. “Agora é só fazer uma boa recuperação e dormir bem. Vou entrar em quadra ainda com força”, disse Lucas.

As meninas também estão preparadas para a final. Tania Isabel Andrade Sabando, cabeça de chave 3, do Equador, bateu a peruana Daniela Rubio, cabeça 2, por 6/3 e 6/1, enquanto a paraguaia Lujan Alegre venceu a brasileira Amanda de Oliveira. “Foi um jogo duro, contra uma boa adversária. Tive que defender muito e me atirar mais ao ataque. Essa será a minha primeira final COSAT e estou muito emocionada. Vou dar o máximo de mim para tentar o título”, comemorou Lujan.

Crédito: Caio Motta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s