Thiago Wild garante o Brasil nas semifinais de 18 anos do Banana Bowl


Foto: Mauricio Vieira

Foto: Mauricio Vieira

O paranaense Thiago Wild será o representante brasileiro nas semifinais da categoria 18 anos do 47º Banana Bowl, na Sociedade Recreativa Mampituba, em Criciúma, a partir das 11h (de Brasília).

Wild garantiu a classificação ao vencer nas quartas de final o colombiano Sergio Luis Hernandez Ramirez por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 6/2, encerrando a boa campanha do tenista que havia eliminado dois cabeças de chave do torneio.

“Eu tive que ter bastante paciência, foi outro adversário que corre bastante e que se defende bem. Tive que controlar bastante no mental e seguir bem o plano de jogo assim como venho fazendo para não deixar o jogo escapar e ir para mais um terceiro set ou até mesmo perder”, afirmou Wild.

Campeão da categoria 14 anos em 2014, Wild joga nesta sexta-feira em busca de uma vaga na final do mais tradicional torneio de tênis da América do Sul. “É um torneio bem tradicional no Brasil, 47º torneio já, eu já joguei algumas vezes, ganhei com 14 anos, mas 18 é um nível acima, é mais difícil. Então a alegria e a satisfação de chegar numa semifinal de um torneio desse tamanho é muito maior”, comemora o paranaense.

O adversário de Wild na semifinal será o americano Gianni Ross, cabeça de chave número 6 do torneio, que venceu nesta quinta-feira o compatriota Alaxandre Rotsaert por 2 sets a 0, com 6/2 7/5.

A outra semifinal será entre o sérvio Marko Miladinovic e o argentino Juan Pablo Grassi Mazzuchi. O sérvio passou pelo colombiano Nicolas Mejia com 6/3 3/6 6/1, enquanto o argentino eliminou o brasileiro Gabriel Decamps vencendo por 2 sets a 1, com 3/6 6/1 6/3.

Já pela chave feminina, três tenistas dos Estados Unidos seguem na busca pelo título além da britânica Emily Appleton, atual vice-campeã e principal favorita da categoria 18 anos do Banana Bowl.

Appleton venceu nesta quinta-feira a americana Ann Li por 2 sets a 1, com 5/7 6/3 6/3, e vai encarar na semifinal a americana Victoria Flores, que bateu a canadense Layne Sleeth com 6/1 6/0. “Eu me sinto bem aqui, é bom estar de volta e fazer semifinal de novo. Estou muito feliz por isso e espero conseguir o título desta vez. Minha oponente hoje jogou muito bem, ela não me deu chances no primeiro set e até a metade do segundo set também e eu apenas tentei jogar todo ponto e buscar a vitória”, afirmou Appleton.

Do outro lado da chave se enfrentam Whitney Osuigwe e Hailey Baptiste. Osuigew passou pela sérvia Draginja Vukovic com 6/1 6/2, enquanto Baptiste superou a russa Anhzelika Isaeva por 6/2 0/6 6/1.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s