Favoritos estreiam nesta terça-feira no 47º Banana Bowl


Igor Gimenez Foto: Mauricio Vieira

Igor Gimenez
Foto: Mauricio Vieira

Os principais favoritos ao título do 47º Banana Bowl estreiam nesta terça-feira, a partir das 9h (de Brasília), na categoria 18 anos do torneio nas quadras da Sociedade Recreativa Mampituba, em Criciúma. O japonês Yuta Shimizu, o americano Sam Riffice, a britânica Emily Appleton, a taiwanesa Yang Lee e os brasileiros Gabriel Decamps e Thaisa Pedretti, entre outros.

Principal ranqueado entre os brasileiros, Decamps encara na primeira rodada o americano Sangeet Sridhar. Na chave feminina, Pedretti duela com a americana Katie Volynets. Para esta terça-feira estão previstos 42 jogos de simples e duplas na categoria 18 anos em Criciúma.

Nesta segunda-feira, os brasileiros Mateus Alves, Thiago Wild, Igor Gimenez venceram seus jogos de estreia no torneio, enquanto Gabriel Bugiga, João Lucas Reis, João Ferreira, Rafael Tosetto, Karl Heinrichs e Lucca Baptita foram superados. Na chave feminina, nenhuma brasileira avançou na chave de simples.

Wild fez um dos jogos mais longos do dia, com 4h10 de duração, e conseguiu passar pelo sueco Karl Friberg por 2 sets a 1, com parciais de 7/6(3) 4/6 6/4. “Foi um jogo bem duro, meu adversário tinha um saque muito bom e se movimentava bem. Mas eu consegui nos momentos mais importantes jogar bem o ponto, ficar firme e esperar a bola certa para poder ganhar o ponto”, afirmou Wild.

Na segunda rodada, Wild encara nesta terça-feira o argentino Francisco Vittar, cabeça de chave 5. “Para pegar o ritmo já, para entrar no clima do torneio. Sempre a expectativa é a chave ficar mais dura, com jogos mais complicados, mas estamos sempre ai dando o melhor. Está bem quente aqui em Criciúma, bem úmido, mas estou gostando das condições”, completou o paranaense.

Gimenez conseguiu vencer sua primeira partida em dois sets. Ele bateu o argentino Franco Ribero por duplo 6/4 para avançar e encarar na segunda rodada o americano Danny Thomas, cabeça de chave 8. “Era um jogo bem duro, mas consegui jogar o meu melhor tênis e ganhei no final. Agora é um americano, já vi o cara jogando bastante vezes, é canhoto, difícil de jogar, joga super bem, mas acho que dá para beliscar”, completou o paulista.

Já Mateus Alves passou pelo qualifier argentino Ezequiel Santalla por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 6/4. Ele enfrenta na segunda rodada o americano Gianni Ross, cabeça de chave número 6.

Na chave feminina, Georgia Gulin venceu o primeiro set contra a boliviana Daniela La Fuente, mas acabou derrotada com 1/6 6/2 6/2. Gabriela Azambuja também venceu set, mas não passou pela polonesa Ania Hertel, que levou a melhor com 1/6 6/2 6/2.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s