Luz e Menezes vão à final do 44º Banana Bowl e encerram tabu de 33 anos


Crédito: William Lucas/Inovafoto www.inovafoto.com

Crédito: William Lucas/Inovafoto
http://www.inovafoto.com

Crédito: William Lucas/Inovafoto www.inovafoto.com

Crédito: William Lucas/Inovafoto
http://www.inovafoto.com

 

 

 

 

 

 

 

 

São José do Rio Preto (SP), 22 de março de 2014 – O 44º Banana Bowl – Copa Mundial de Tênis já está marcado na história do tênis do Brasil. Depois de 33 anos, os tenistas brasileiros João Menezes e Orlando Luz se enfrentam na final da categoria 18 anos neste domingo, às 11h, no Clube Monte Líbano, em São José do Rio Preto, e o campeão encerrará o jejum de títulos que durava desde 1981, quando Eduardo Oncins conquistou o torneio.

Orlando Luz conquistou a classificação ao vencer na semifinal o também brasileiro Marcelo Zormann por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 7/6(2), em uma partida longa na qual Zormann esteve em vantagem em amos os sets, mas Luz salvou set points e garantiu a vaga na decisão.

João Menezes enfrentou o australiano Omar Jasika e começou melhor na partida para ganhar a primeira parcial, baixou o ritmo no segundo set e com muitos erros não forçados acabou perdendo sem confirmar nenhum game. No set decisivo, Menezes mais uma vez jogou no ritmo apresentado durante a semana e venceu com 6/4, 0/6 e 6/3.

Parceiros nas duplas, em que disputam o título ainda neste sábado, Luz e Menezes colocaram o confronto final de lado e comemoraram o fim do tabu de títulos do Banana Bowl.

“Nós dois fizemos boas campanhas, o Zormann teve chances também, mas o Orlando ganhou dele na semifinal. Com dois brasileiros na final, acho que para o nosso país não tem coisa melhor porque depois de tanto tempo, independentemente de quem ganhar, o Brasil já vai ter o campeão, um finalista e ainda disputamos o título de duplas. Aproveitamento de 100%, estamos de parabéns”, afirmou Menezes logo após a classificação.

“Também venho fazendo uma campanha muito boa, fui campeão no Paraguai. Hoje ganhei do Zormann em um bejo jogo, tive momentos em que estava atrás e consegui reverter. Acho que esse tabu foi muito bom para todo o Brasil que a gente acabou de quebrar. Independente de quem ganhar, o Brasil já tem um vencedor”, completou Luz, que não perde um set há duas semanas.

Este será o sexto título brasileiro na categoria 18 anos do 44º Banana Bowl que teve sua última final com dois tenistas do país em 1981, quando Eduardo Oncins venceu Edvaldo Oliveira. Desde então, Sergio Sarli, Roberto Jabali, Marcelo Saliola, Adriano Ferreira, André Miele e Fernando Romboli haviam alcançado a final sem conseguir o título.

A final feminina de 18 anos também foi definida com a espanhola Aliona Bolsova Zadoinov e a mexicana Renata Zarazua na disputa do título neste domingo, às 10h, no Clube Monte Líbano.

Bolsova conquistou a vaga na final ao superar a suíça Jil Teichmann por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2. Renata Zarazua venceu a húngara Anna Bondar com parciais de 6/4 e 6/3.

“Será uma partida muito difícil. Já joguei antes contra a Renata, que é uma jogadora muito difícil e muito sólida, mas acho que será uma partida muito boa, uma partida bonita de ver”, afirmou Bolsova.

“Joguei contra ela esse ano no México nas quartas de final, mas ela está jogando muito bem e que vença a melhor amanhã”, completou Zarazua.

Também foram definidas neste sábado as finais das categorias 16 e 14 anos em simples.

Na categoria 14 anos feminino, a colombiana Maria Osorio venceu a paraguaia Erika Froch com 6/3 e 6/2. Ela enfrenta na final a peruana Anastasia Iamachkine, que bateu a paraguaia Heydi Doldan com 6/3 e 6/1.

O Brasil também já tem um campeão na categoria 14 anos masculino, que terá a final disputada entre João Lucas Reis e Thiago Wild. Reis venceu na semifinal o paraguaio Alan Benitez com 6/4 e 6/2, enquanto Wild superou o também brasileiro Igor Gimenez com 6/4 e 6/2.

Na chave feminina de 16 anos, a colombiana Yuliana Monroy vai decidir o título contra a paraguaia Liz Chileno. Monroy superou na semifinal a equatoriana Camila Romero com 7/5 e 6/1, enquanto Chileno venceu a brasileira Gabriela Rezende de virada, com 3/6, 6/2 e 6/4.

A final masculina de 16 anos será disputada pelo argentino Camilo Ugo e o paraguaio Bruno Britez. Ugo venceu na semifinal o brasileiro Antonioni Fasano com 6/3 e 6/4, enquanto Britez superou Felipe Meligeni Alves com parciais de 6/4 e 6/3.

Confira abaixo a programação das finais deste domingo:

18 anos masculino – simples
11h – Orlando Luz (BRA) vs João Menezes (BRA)

18 anos feminino – simples
10h – Aliona Bolsova Zadoinov (ESP) vs Renata Zarazua (MEX)

16 anos masculino – simples
12h – Camilo Ugo (ARG) vs Bruno Britez (PAR)

16 anos feminino – simples
12h – Yuliana Monroy (COL) vs Liz Chileno (PAR)

14 anos masculino – simples
11h – João Lucas Reis (BRA) vs Thiago Wild (BRA)

14 anos feminino – simples
11h – Maria Osorio (COL) vs Anastasia Iamachkine (PER)

12 anos masculino GA
10h – Natan Rodrigues vs Guilherme Zotin

12 anos masculino G1
10h – Breno Marques vs Rodrigo Montes de Oca

12 anos feminino GA
10h – Thassane Abrahim (AM) vs Maria Fernanda Menezes (BA)

12 anos feminino G1
10h – Camilla Bossi (SP) vs Juliana Munhoz

As categorias 9 e 10 anos masculino e feminino terão as finais realizadas a partir das 9h neste domingo.

O Banana Bowl foi criado em 1968 por Alcides Procopio, grande entusiasta do tênis brasileiro e então presidente da Federação Paulista de Tênis. Desde a primeira edição oficial em 1970 passaram pelo torneio nomes como o americano John McEnroe, o tcheco Ivan Lendl, o francês Yannick Noah, o americano Andy Roddick, a argentina Gabriela Sabatini, a sérvia Ana Ivanovic e a eslovaca Dominika Cibulkova, além de brasileiros como Gustavo Kuerten, Fernando Meligeni, Jaime Oncins, Thomaz Bellucci, Andrea Vieira, Roberta Burzagli e Teliana Pereira.

O 44º Banana Bowl tem o patrocínio de Correios e Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude, com supervisão da ITF (Federação Internacional de Tênis), Cosat (Confederação Sul-Americana de Tênis) e CBT (Confederação Brasileira de Tênis) e apoio do Clube Monte Líbano e Palestra Esporte Clube. A realização é da Federação Paulista de Tênis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s